Por Ana Angélica Mattos Fotos: Hectory Gottschalg

Anna Barroso cresceu respirando moda. A Covenant, marca de sapatos de sua mãe, está no mercado há 30 anos e foi nesse universo que Anna nasceu e foi criada. Desde pequena, Nova York, Londres e Paris eram parte do seu circuito de viagens, mas muito se engana quem pensa que o objetivo era fazer turismo. Como Anna mesmo explica, ela e sua mãe embarcavam nos roteiros de pesquisa com o olhar voltado para a busca de tendências. Em uma de suas visitas a Paris, ela conta que foi preciso “escapar” da rotina de trabalho para conhecer o Museu do Louvre e não ir embora da cidade sem fazer o passeio tradicional.

Foto: Hectory Gottschalg

Toda essa experiência ao lado de sua mãe foi essencial para que ela chegasse até aqui:  “Na arte, na moda e até no empreendedorismo, as novas ideias nascem das referências que você tem, da bagagem que você carrega. ”

Seu envolvimento com a internet aconteceu de maneira muito natural: Anna faz parte de uma geração que cresceu on-line e o uso das redes sociais sempre fez parte de seu cotidiano. Em razão das pesquisas de looks que ela faz para si mesma, seu celular está sempre cheio de imagens de referência e inspiração e foi assim que surgiu a ideia de compartilhar essas fotos no Instagram: “sempre gostei de expressar minha identidade através das roupas, ver o que é usado por pessoas que lançam tendências e adaptar essas tendências ao meu estilo. A pesquisa é algo que eu já fazia e então teria o trabalho apenas de compartilhar essas imagens. Pensei que se era algo que me ajudava, poderia ajudar outras pessoas também. ” As pessoas se identificaram com sua proposta e hoje, um dos perfis pioneiros nesse segmento da inspiração, o @it_girls possui atualmente mais de 900 mil seguidores de todo o mundo e o conteúdo publicado – em português e inglês – têm enorme audiência.

A marca Anna Barroso veio da vontade de criar algo verdadeiramente seu. Anna já tinha experiência com a marca da mãe, até mesmo desenvolvendo coleções dentro da Covenant, mas seu espaço de criação era limitado em razão do perfil de público. Foi assim que ela deu start em sua marca, tornando realidade seu desejo de criar sapatos únicos: “Eu queria fazer sapatos statement que podem ser o ponto alto de uma produção. Meu foco inicial eram os modelos flats, pois sempre tive dificuldades de encontrar sapatos baixos mais trabalhados. ”

Sua primeira coleção foi bastante conceitual: todos os sapatos eram pretos, sem salto e os materiais variavam entre couro, camurça e veludo. Além disso, os calçados foram adornados com pedrarias e correntes. O grande hit da coleção? O modelo princess, seu xodó até os dias de hoje. O sucesso nas vendas mostrou que ela estava no caminho certo.

Anna Barroso nos recebeu em sua loja para contar um pouco mais sobre suas experiências e o bate-papo você confere logo abaixo.

Conexão Moda: Onde você busca suas inspirações?

Anna Barroso: Eu me inspiro em tudo. Não teria como especificar alguma coisa… tudo me inspira. Até mesmo andando na rua posso ver algo que me dê ideias para a criação de um sapato.

CM: No final do ano passado você abriu uma pop-up store em Trancoso (BA). Como surgiu essa demanda e qual foi a repercussão desse lançamento? Pensa em levar esse projeto para outros lugares?

AB: Quando lancei as Auroras (modelo de rasteira da marca) na coleção de verão, as vendas fizeram muito sucesso e várias pessoas que compraram a sandália para levar em suas viagens me deram um retorno muito positivo da repercussão do modelo. Em parceria com a Kunst, decidi ir para Trancoso, pois além de considerar o melhor lugar para passar o Ano Novo no Brasil e ter um carinho muito grande pela cidade, ali está um público muito bacana que eu queria alcançar. Escolhemos uma loja muito bem localizada na entrada do Quadrado (praça que domina a vida badalada do local). A experiência foi muito especial, pois pude apresentar meu produto pessoalmente para pessoas fora de Belo Horizonte e recebi um ótimo feedback.

CM: Nos voltando para um olhar mais estratégico, na sua opinião, qual o maior erro na hora de traçar uma estratégia de comunicação de uma marca de moda?

AB: Acho muito importante evitar se associar com outras marcas ou influenciadoras que não tenham o seu perfil. Hoje em dia as pessoas se deixam levar pelos números e acabam não se preocupando com a qualidade, por isso, é essencial para a construção da identidade da marca, que ela encontre parcerias que estejam em sintonia com a sua imagem. Isso ajuda a aumentar sua credibilidade e gera um retorno muito mais significativo e real.

CM: Aproveitando que você tem experiência tanto como influenciadora digital, como de empreendedora, para você, qual a maior vantagem de criar parcerias entre marcas e personalidades da internet?

AB: Enxergo essa possibilidade como uma enorme evolução do Marketing na hora de criar o desejo. Os consumidores sempre se inspiraram em outras pessoas na hora de se vestir, mas as redes sociais expandiram ainda mais essas possibilidades. Antes, não tínhamos acesso ao que uma menina super estilosa na Rússia está usando, se não fosse através de uma viagem. Hoje em dia é diferente: a internet te conecta instantaneamente com o restante do mundo. De certa forma, isso aproxima a marca do público. Para o consumidor, é diferente se inspirar numa pessoa que de certa forma é mais palpável e mais próxima de sua realidade.

CM: As blogueiras mudaram muito desde que começaram e algumas atingiram até mesmo status de celebridade. Como você acha que isso afeta o relacionamento com as marcas?

AB: As blogueiras que se tornaram celebridades ainda tem o poder de influenciar. Se existe o budget para investir numa parceria com uma blogueira grande, e principalmente, se essa blogueira tem o perfil da marca e atinge o público certo para você, é válido.

CM: Você é uma personalidade com forte presença on-line. A internet é também o principal veículo de comunicação da sua marca e como você trabalha isso?

AB: A internet é o principal veículo de comunicação da marca. Atualmente estamos só no Instagram, mas a criação e lançamento do site e e-commerce – que considero muito importante – já está em fase de finalização. Mesmo assim, hoje em dia já vendo on-line para todo o Brasil, não só através das multimarcas, mas diretamente através da minha loja.

CM: Quais dicas você daria para marcas que estão começando agora a se inserir na internet e nas redes sociais?

AB: É importante que essas marcas enxerguem as redes sociais como uma plataforma que te permite traduzir o que você é e que possibilita que você alavanque ainda mais suas vendas. Se usada corretamente, os benefícios das redes são imensuráveis, pois através da internet conseguimos atingir pessoas que antes seriam inalcançáveis. Preocupe-se com a qualidade das fotos que compartilha, pois é importante que você exponha seu produto da melhor maneira possível. O cuidado estético com o Instagram, por exemplo, faz muita diferença para atrair quem está chegando no seu perfil.  Além disso, também vale muito a pena se associar com outras pessoas que tenham o perfil da sua marca e que possam ajudar a levar mais público até você.

Anna Barroso
Rua Tomás Gonzaga, 469
Lourdes

Pin It on Pinterest