Por Deborah Couto Fotos: Agência Fotosite

São a criatividade e a crença na moda brasileira que nutrem a força que faz com que o Minas Trend se mantenha como o principal salão de negócios de moda do país. E não foi de um dia para o outro que a fashion week mineira ganhou esse título. Entrando em sua sua vigésima segunda edição com a primavera/verão 2019, que acontece entre 17 e 20 de abril com o tema Nosso Lugar Somos Nós, o evento coleciona sucessos e números que permanecem em crescimento, mesmo nos momentos mais soturnos do país. 

Criado em 2007, num formato de feira, o Minas Trend — então Minas Trend Preview — teve como sede inicial o condomínio Alphaville, na região da Lagoa dos Ingleses, próxima a Belo Horizonte. A mudança, em 2011, para o centro de exposições Expominas marcou, em sua história, um crescimento de um espaço de 12 mil para outro de 25 mil metros quadrados. O antigo nome vinha do fato de a temporada apresentar uma prévia do que vai ser da moda num futuro próximo. O modelo foi pioneiro e hoje é praticado pelas principais semanas de moda do país, que estão todas mais voltadas para o business. 

Foto : Rafael Chacon | FOTOSITE

Ao longo da primeira década, encerrada em 2017, tivemos uma média de 205 marcas participantes por edição – número que repetiremos na 22ª ediçã, com visitação de mais de 10 mil pessoas a cada temporada. Também em média, recebemos mais de três mil compradores espontâneos, conta o presidente da Fiemg (Federação das Industrias do Estado de Minas Gerais), Olavo Machado. Hoje, a semana atrai imprensa internacional e compradores de todos os continentes, com público da Argentina, Chile, EUA, México, Austrália, Alemanha, França, Itália, Inglaterra, China e África do Sul.

Para Olavo, a fórmula de um sucesso duradouro está na união de todos os atores da modaempresas, sindicatos, estilistas e a FIEMG. E as compensações para o mercado são muitas. São mais de 10 mil indústrias, que juntas geram 132.857 empregos, afirma. 

Business com imagem de moda

Unindo características de salão de negócios com fashion week, o Minas Trend conta, nessa temporada, com um line-up com 12 etiquetas que apresentam suas coleções em dois dias de desfiles. E é o fato de trazer a moda como business sem perder de vista o fator inspiracional — o poder da imagem — que faz com que o evento se sustente em todos os sentidos.

Olavo Machado | Foto : Barbara Dutra

O Minas Trend se consolidou focando menos questão da visibilidade e mais no comércio. E isso fez com que ele sobrevivesse. Estamos falando de 11 anos., acredita Manoel Bernardes, presidente do Sindijoias, que conta com cinco estandes a mais que na edição passada. O mercado viveu uma fase muito difícil e está se recuperando sem grandes saltos, de forma discreta, diz Bernardes. Para ele, a maior dificuldade é manter constantes a relevância e a competitividade dos produtos apresentados. “É um desafio permanente incentivar que as indústrias evoluam sempre, diz. 

Presente com 76 marcas na feira de negócios, o Sindivest tem 15 estandes a mais que na edição passada. Isso mostra que os empresários estão recuperando a confiança no mercado, que volta a se movimentar, afirma Luciano Araújo, presidente da instituição.  No verão 2019 estarão em exposição 13 marcas novas, contra cinco na edição passada. Araújo acredita que um dos fatores mais desafiadores para se manter de um evento como o Minas Trend é anterior a ele. Fazer moda no Brasil com preços competitivos ainda é um trabalho árduo. Para contornar a dificuldade, uma soluçãé o investimento na identidade local. Araújo ressalta a excelência da moda mineira tanto no que faz melhor regionalmente, como o tricô e a lingerie, por exemplo, quanto o carro-chefe de todo o estado, e que domina as araras do Minas Trend: a moda festa. 

Sede do único sindicato de comerciantes de bolsas existente no país, o estado mostra o melhor da sua produção na temporada de moda, que nesta edição também exibe a mostra Couro: o sustentável luxo da Moda, em conjunto com o Sindicalçados. Para a exposição, foram convidados dez estilistas expositores para que desenvolvessem peças com couros nobres e exóticos dos melhores curtumes do país, conta o presidente do Sindibolsas, Celso Luiz Afonso da Silva, que cita como um grande desafio manter e trazer novas marcas para o Minas Trend. Para Jânio Gomes, do Sindicalçados, o astral do evento tem melhorado nas últimas edições. Vemos e ouvimos — no boca a boca — os ânimos de expositores e varejistas, que têm vendido e comprado mais que há algumas temporadas, e dizem que voltarão na próxima edição

Abertura | Minas Trend – Inverno 2018 | Fotos: Marcelo Soubhia

Sangue Novo

Se são os negócios que sustentam a modaé o desejo que a move e leva as pessoas às lojas em busca do que vai fazê-las se sentirem mais lindas, poderosas, antenadas. E é para despertar esse desejo que o Minas Trend não se descuida de sua porção mais fashion, dando espaço para para veteranos e iniciantes. São dois os concursos de novos talentos na programação do evento: o Ready to Go e o prêmio Empresa Tendência, que revelam, no mínimo, três marcas cada. 

No line up, além do desfile de abertura (que introduz as marcas que expõem no salão de negócios), 12 etiquetas exibem suas coleções na passarela. Nesta edição, quatro delas farão isso pela primeira vez. Fátima Scofield, Virgílio Couture, Skazi e NotEqual fazem sua estreia na passarela do Minas Trend, embora algumas já participem há algum tempo do salão de negócios. 

Veterana no salão, Fátima Scofield comemora 30 anos de mercado fazendo seu début no line up e diz sentir a grandeza da ocasião. “Estrear é sempre um peso e, claro, uma grande responsabilidade. No meu caso, esses sentimentos também estão acompanhados de muita satisfação pessoal, diz, mencionando seu grande time de profissionais e a experiência que a fizeram, nesse momento, tomar coragem” para desfilar. “O Minas Trend carrega a bandeira da moda de Minas e é o evento que atrai os olhares de todo o país para cá.  Foi um grande apoio para consolidar a nossa marca no mercado, tanto com os clientes quanto com a mídia. Impossível isso (a estreia)acontecer em outro lugar a não ser aqui, completa Fátima, que propõe para o verão 2019 composições cheias de transparência e tecidos fluidos.

Foto : Rafael Chacon | FOTOSITE

Com um background completamente diferente, Fábio Costa estreia em Minas sua marca, a NotEqual, que propõe uma moda sem gênero, brincando com a desconstrução das modelagens clássicas. Fábio, que ficou em segundo lugar no reality de moda americano Project Runway, vivia, até o fim do ano passado em Nova York, de onde ergueu sua label com ajuda de crowdfunding. Por lá se apresentou duas vezes nas passarelas da NY Fashion Week, além de um desfile na Vancouver Fashion Week, no Canadá. Para o Minas Trend, o designer traz uma coleção que traduz angústias humanas para a modelagem, em moulages, torções e peças que enganam” ao primeiro olhar. Adequei meu produto ao público local, trazendo essas questões conceituais sem perder de vista um resultado final esteticamente bonito, conta o estilista. 

Para Virgílio Andrade, da Virgílio Couture, (ex-Victor Dzenk e já veterano no salão de negócios com sua própria marca) desfilar no Minas Trend gera uma visibilidade e maior aceitação na mídia, entre os lojistas e com o público final. Minha roupa tem um caráter vanguardista, não atrai todo tipo de público.” Assim como Fábio, Virgílio afirma ter adaptado sua coleçã— que vai em busca das origens da marca — a um olhar mais comercial, mas nada bobinho, define ele. 

No sentido oposto, caminha a Skazi. A etiqueta, já consagrada entre blogueiras e celebridades, faz a moda favorita da mulher brasileira: a que realça o corpão. Minha roupa é feminista, feita no sentido de empoderar a mulher. Colocar peito e bumbum no lugar, fazê-la se sentir linda, descreve Eduardo Amarante, que está por trás do estilo da marca. Celebramos nossos 25 de estrada na passarela apoiando o evento. Toda marca que se preze precisa estar no Minas Trend, diz, mostrando que a moda mineira tem espaço para todos. 

Serviço:
Minas Trend – Primavera-verão 2019
Data: 17 a 20 de abril de 2018 Horário: de 3ª a 5ª feira, das 10h às 20h, e 6ª feira das 10h às 17h
Local: Expominas 
– Belo Horizonte – MG
Informa
ções: www.minastrend.com.br– https://www.facebook.com/minastrend

Pin It on Pinterest