Por Ana Helena Miranda Foto: Raíssa Maluf

Em sua quarta participação no Minas Trend, a estilista Letícia Manzan reforça a importância da feira no quesito negócios. “Com toda minha experiência, eu sempre gostei muito do Minas Trend porque nele encontro os melhores lojistas do Brasil”. Tanto que quando Letícia iniciou sua carreira solo, o primeiro pensamento que veio à sua cabeça foi: “Eu tenho que participar do Minas Trend”. Responsável pela venda de 60% de sua coleção, a feira continuará na agenda da Manzan. O incentivo da FIEMG, que sempre apoiou os seus projetos, que marcou o início da parceria, que nessa última edição contou com o desfile de sua coleção “Boudoir – Vintage is the new sexy”, muita aplaudida pelos presentes, diga-se de passagem, reforça a vontade de continuar participando.

Com paixão por exportação, área que faz seus olhos brilharem e na qual tem muita experiência – Letícia cuidou dessa parte quando trabalhou com a estilista Fabiana Milazzo – a estilista não se arrisca em dizer que esse será o próximo passo da marca. Europa, com países como Itália, França e Espanha, Ásia, com China e Japão, são alguns dos países que já já terão peças Manzan nas araras de suas lojas.

Para a coleção de Inverno 2018, Letícia se inspirou no clima boudoir. “Corselets, plumas, sleep dress, modelagens que valorizam o corpo da mulher e as transparências, que continuam em alta, são algumas das tendências que eu trabalhei”, explica. O seu feeling para a moda parece ter dado um bom resultado. “Todas essas tendências em que eu apostei foram confirmadas para o próximo verão”, completa. O campeão de vendas da Manzan é algo entre o casual e festa. “Tipo um coquetel”, explica a estilista. “Uma roupa que a pessoa possa sair durante o dia e também à noite, com o acréscimo de alguma peça. Algo bem democrático”, enfatiza Letícia.

Pin It on Pinterest